13 de novembro de 2008

PS3

Eu tinha falado outro dia de volantes, bem, hoje eu vou lhes dizer os prós e contras do PS3 no Brasil, a terra esquecida pelos fabricantes de games.

Vamos ao primeiro pró do PS3, a midia utilizada por ele é o Blu-Ray, com uma capacidade de armazenamento de 50 GB com camada dupla e 25 GB em camada simples, o aparentemente comum "CD" tem poderes do mal.

Sabe o que um disco dessa capacidade significa? Significa alta resolução, altos jogos e alto preço, mas isso falamos no final. No ultimo Metal Gear Solid, o pessoal fez uma piada com isso, foi mais ou menos assim:

- Ei Snake, seu velho babão com lordose está na hora de trocar de DVD
- Que?
- HÁÁÁÁÁ, Pegadinha do Mallandro! Você tem a tecnologia Blu-Ray do PS3, não precisa dessas bichisses.
- Vai se foder Pare de brincadeiras, deixa eu aplicar uma Salonpas aqui.


Admito que eu não lembrei direito, mas a parte da tecnolia Blu-Ray é verdade.

Já que falei do tamanho do Blu-Ray e não é preciso dizer que os gráficos são fodas e nem que o processador é do cão, vamos falar do preço disso tudo.

Em termos gerais, o preço disso é fácil de se supor que seja caro e é, então para ficar "no pareo" dos consoles, o PS3 é vendido por um preço abaixo do seu custo de fabricação, resultado, prejuizo.
Pelos cálculos dos entendidos da Sony, é esperado um prejuízo de quase 2 milhões para este ano fiscal. Melhor para o consumidor, pior para a Sony.

Aqui no Brasil, não só o console continua caro para a maioria, mas também os jogos, que estão na faixa dos R$ 200 cada.

Com isso, vale a pena esperar (ou não) uns 6 anos para ver no que vai dar o super-ultra-mega-potente PS3, vamos ver se chega nos R$ 600 e se conseguem destrava-lo efetivamente. Sim, existe como destravar já, mas vai demorar muito até ser 100%, sem contar que a mídia é cara também.

Basicamente é isso aí, para mais informações procurem uma revista especializada.
Até mais.

1 deboches:

circuloredondo disse...

Eu estou muito feliz com meu Nintedo 64. Obrigado.

XD

Postar um comentário